QUATRO GERAÇÕES NO MESMO AMBIENTE? É POSSÍVEL?

Por Áurea Grigoletti

Como lidar com as diferenças existentes entre elas?

Como minimizar conflitos?

Como aproveitar o que cada uma delas têm de melhor?

Segundo pesquisa realizada pela consultoria Universum, em países da Ásia, Europa, América do Norte e Central (aqui eles não chegaram com essa pesquisa), essas quatro gerações apresentam grandes diferenças em relação às aspirações e valores:

Profissionais das gerações X, Y e Z pensam em conquistar posições de liderança muito rapidamente, enquanto os Baby Boomers são mais preocupados com estabilidade nos cargos. Ah! Mas tem uma coisa interessante aí no meio: Dos entrevistados dos países nórdicos (Noruega, p.ex.), apenas 46% pensam que posições de liderança são importantes, enquanto, dos profissionais Americanos e Mexicanos, 77% afirmaram que cargos de liderança são, sim, importantes.

OK! Vamos pensar sobre isso, mas, continuando, segundo a pesquisa:

Baby Boomers e mesmo os X encontram dificuldades no uso de dispositivos tecnológicos, já, as gerações Y e Z têm extrema facilidade. Por outro lado, quando perguntados sobre cursos online ou presencial, apenas 13% da geração Z escolheu online. Talvez isso já tenha mudado, não?

Na liderança as gerações mais jovens são focadas nas relações mais próximas com colaboradores, enquanto os Baby boomers e X focam em comando e controle.

Opa!!! Por outro lado, na pesquisa mais recente notaram que, por conta da geração Z estar acostumada a realizar tarefas individuais, não trabalham bem em grupo e têm dificuldades na interação social, então… na liderança, poderão ter as mesmas dificuldades?

Vamos pensar melhor sobre isso, mas, segundo a pesquisa, tem também a questão da personalidade e:

Todas as gerações demonstraram preocupação em relação à conseguir adaptar suas personalidades no ambiente de trabalho.

Uau! É muita informação e algumas delas contraditórias. Estou um pouco confusa lendo todas as pesquisas e artigos sobre esse assunto e tenho me perguntado:

Pode o autoconhecimento – saber ao certo “Quem sou eu”, “quais são as minhas habilidades, os meus talentos”, “como lido com pessoas diferentes”, “o que faço que me faz feliz”, “quais os impactos desse meu jeitão nas outras pessoas” – facilitar a minha relação com colegas das gerações diferentes da minha?

Afinal,

“O AUTOCONHECIMENTO UNE GERAÇÕES?”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>